Blog da Guaranita

Pratique o desapego e aqueça quem mais precisa

05 de julho de 2017

Inverno é hora de praticar o desapego. De olhar para dentro do guarda-roupa e separar o que não combina mais com a gente, o que não serve mais, o que está puído (não rasgado. Use o bom senso) e doar para quem mais precisa. Ou vai dizer que depois de ver tanta roupa encostada você vai conseguir dormir sossegada sabendo que tem gente passando frio por aí?

Mais do que aliviar o coração, a limpeza anual faz a energia circular e garante espaço para o novo: novas ideias, novas combinações.

 


 

É claro que sempre se pode completar a sacola com um cobertor quentinho. Mas uma meia, um cachecol, um moletom ou uma blusa de lã que encheu de bolinha já faz uma baita diferença para quem não tem nada e precisa lutar contra o termômetro para chegar ao verão.

Pelo Brasil diversas instituições sérias fazem campanha nessa época do ano para estimular as doações e garantir que as roupas cheguem rapidamente às famílias que mais precisam. Entre elas está a Cruz Vermelha, que neste ano espalhou mais de 500 pontos de coleta pela Grande São Paulo para facilitar as arrecadações. A meta é chegar a 10 toneladas de agasalhos e cobertores que vão aquecer cerca de 7 mil pessoas. Para descobrir o ponto de doação mais perto de você clique aqui.

Outra alternativa é o Exército da Salvação, que tem pontos de arrecadação em São Paulo e no Rio de Janeiro. Os cariocas ainda podem contar com a ponte criada pela ONG Viva Rio, que promove a coleta junto aos principais shoppings da cidade e o Metrô.

Em Curitiba, a Fundação de Ação Social (FAS) encabeça a Campanha do Agasalho 2017. A previsão é arrecadar mais de dez mil peças até agosto. Veja onde doar.

Já em Porto Alegre a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social criou mais de 50 pontos de coleta (confira aqui).

Para quem está em Minas Gerais, uma opção é levar as doações aos postos criados pelo Serviço Voluntário de Assistência Social (Servas) de Belo Horizonte, que lançou a campanha Calor Humano e promete distribuir os agasalhos para pessoas carentes em diversas cidades do estado.

Mas não precisa esperar por campanhas ou pontos de arrecadação. Tente andar com algumas peças no carro e apurar o olhar por onde passa. Tenho certeza que uma hora ou outra alguém que precisa vai cruzar seu caminho. Você vai ver como é bom poder ajudar.

 


 

<< post anterior post seguinte >>

Tutorial

Veja todos os Tutoriais
CONTATO