Blog da Guaranita

Moda para todo mundo

21 de março de 2018

Você sabia que existem mais de 610 milhões de pessoas no mundo com algum tipo de deficiência, sendo quase 46 milhões só no Brasil, segundo o IBGE? E que essa turma também trabalha, tem vida social, pratica esportes e consome como qualquer outra pessoa? E por que é que não olhamos para esse imenso mercado com a devida atenção? Olha que oportunidade estamos perdendo!

“Promover a inclusão não é apenas uma forma de ser socialmente responsável, mas de aumentar o seu próprio mercado, porque se trata de uma comunidade grande, com grande poder de consumo. E você ainda ganha a atenção e a lealdade das pessoas que cercam o deficiente”, disse ilustradora inglesa Sophie Morgan, cadeirante desde os 18 anos, em entrevista a BBC.

 

 


Reprodução The Guardian
Cadeiras "Mannequal", criadas por Sophie Morgan na loja da Adidas, em Londres

 

 

Comentarista da rede britânica durante as paralímpiadas do Rio, Sophie já desfilou para a grife Stella McCartney e recentemente lançou uma cadeira de rodas estilizada para manequins, que foi posicionada na vitrine e dentro de algumas lojas de Londres, chamando atenção para o assunto. “Esta é uma forma de dizer que você vê, quer e valoriza esse público”, completou ela.

Ação semelhante, mas ainda de maior, foi criada em 2013 pela ONG suíça Pro Infirmis. Batizada “Who is perfect? Get closer.” (em tradução livre “Quem é perfeito? Chegue mais perto”) ela espalhou pelas vitrines da cidade de Zurique manequins criados a partir das medidas de pessoas com diferentes tipos de deficiência física. O objetivo foi mostrar que as pessoas não são iguais, que existem formatos de corpos diversos e que todos precisam ser vistos da indústria.

 

 



 


Reprodução The Telegraph

Modelo e manequim da campanha “Who is perfect? Get closer”, da ONG suíça Pro Infirmis

 

 

E foi pensando em promover mais igualdade e representar os deficientes no mercado da moda que a empresa Lado B - Moda Inclusiva desenvolveu não apenas roupas que facilitem a vida e o conforto de pessoas com necessidades especiais, mas manequins adaptados para mostrar nas vitrines a diversidade existente e etiquetas em braile.

 

 


Reprodução Racked e Fashion Kids e Lado B  
Manequins adaptados criados em 2014 pela Lado B – Moda Inclusiva.

 

 

O tema também não tem ficado fora das passarelas e das grandes casas de moda internacional, ainda que em ações pontuais. No fim de 2017, a grife Tommy Hilfiger apresentou uma linha com sua clássica padronagem navy toda adaptada com fechos magnéticos, costuras ajustáveis, aberturas especiais, velcros e bainhas que acomodam próteses. Tudo para facilitar a vestimenta por deficientes. A iniciativa focada nos adultos aconteceu meses após a marca colaborar com a ONG Runway Dreams para a qual criou uma coleção inclusiva infantil.
 

 

 


À esquerda, coleção da Tommy para adultos deficientes.

À direita, a campanha da marca criada para promover a inclusão de crianças.

 

 

Antes disso, Alexander McQueen já tinha escalado a atleta paralímpica Aimee Mullins para desfilar em 1998, e a Nike chegou a lançar em 2015 um tênis mais fácil de calçar, voltado a cadeirantes.

No Brasil, a Secretaria de Estado dos Direitos das Pessoas com Deficiência, do Governo do Estado de São Paulo promove o Concurso de Moda Inclusiva, que no fim do ano apresentou os premiados de sua nona edição. Aberta a estudantes de cursos técnicos, universitários e profissionais das áreas de moda e saúde, a iniciativa visa estimular jovens estilistas a lançar um novo olhar sobre a produção de roupas para pessoas com limitações físicas, buscando soluções que facilitem o cotidiano sem perder o foco no estilo e elegância. O que sempre ajuda a aumentar a autoestima. Não só deles, né?

 

 


As imagens utilizadas nesta postagem foram coletadas de websites e por isso a elas foram dadas os devidos créditos. Porém, caso você acredite que alguma delas foi divulgada indevidamente ou creditada a outrém por engano, comunique-nos enviando um e-mail (sac@guaranyind.com.br), e nós a removeremos imediatamente.

All images have been taken from other websites, therefore we give credits for those who created them. However, if you believe we may be either using an image unduly or crediting someone else by mistake, then please let us know (sac@guaranyind.com.br). In this case, we will remove such content immediately.

<< post anterior post seguinte >>

Tutorial

Veja todos os Tutoriais
CONTATO