Blog da Guaranita

Patch Mania

17 de maio de 2017

Se você tem mais de 30 anos, pode nem saber o que é um patch, mas certamente já usou um na sua infância. Se tem menos de 20, com certeza já viu famosas como Rihanna, Beyoncé, Cara Delavingne ou Alessandra Ambrósio desfilando pela sua timeline com a roupa cheia de tags coloridos e de diferentes tamanhos.

 

 


Reprodução Harpers Bazaar | Instagram
A atriz Salma Hayek com patch bordado no desfile da Gucci no início do ano

 


Saídos do túnel do tempo, os patches, essas etiquetas termocolantes (ou não), bordadas com imagens, dizeres e símbolos, voltaram com força como forma de deixar a moda mais exclusiva. Fáceis de aplicar e em inúmeras versões, eles permitem customizar calças, blusas, jaquetas, bolsas e até tênis em poucos minutos. E, o melhor, gastando pouco.

Fora que são uma ótima opção para esconder pequenos furos, rasgos ou puídos em peças que estavam fadadas a ir para o lixo. Já pensou ter uma peça novinha em folha assim, fácil? Sensacional!

Lançada nos desfiles internacionais, a onda dos patches surgiu com força nos desfiles da Gucci, Folce & Gabbana e Valentino, sem fazer distinção entre as coleções masculina e feminina. E também já fazem parte do catálogo em grifes nacionais como PatBo e Amapô.

 


Reprodução Vogue
Patch sobre jaqueta camuflada e jeans no desfile da grife Valentino SPRING 2017 MENSWEAR

 

 


Reprodução Vogue | FFW (Agência Fotosite)

Vestidos e jaquetas com patches em diferentes desfiles da Gucci

 

 


Footwear News
A coleção ready-to-wear 2017 da Miu Miu também trouxe malhas com diferentes patches, provando que não há limites.

 

 

Rápidas para identificar e entregar novas tendências aos consumidores, grifes de fast fashion como Zara e Riachelo já contam com peças alinhadas com a onda dos patches, mas você pode mostrar que é ainda mais antenada e criar sua própria minicoleção com tags encontrados em diferentes lojas pela internet ou armarinhos.

 

 


Reprodução UOL | Instagram
Patch de jeans sobre jeans no desfile da
Amapô na SPFW 2017 (à esquerda) e aplicação de patch bordado sobre calça e jaqueta jeans na coleção de Patrícia Bonaldi (PatBo)

 

 


 

Para não errar na hora de aplicar, basta seguir algumas orientações básicas:


- Escolha patches que sejam compatíveis com o tecido em que você pretende aplicar. Evite patches muito grossos em pesados em tecidos delicados. Dê preferência a bases de jeans ou algodão, que seguram melhor.

- Se for usar um patch termocolante, siga atentamente as orientações do verso para não queimar a peça.

- Caso as bordas fiquem levantadas, corture-as com linha da mesma cor para que o aplique fique mais seguro.

 

 


 

Bora fazer? Confira os vídeos com nossos tutoriais!!

 



Amou o colete? Aprenda a fazer!

E a calça? Linda, né? Veja o passo a passo!

 

 


As imagens utilizadas nesta postagem foram coletadas de websites e por isso a elas foram dadas os devidos créditos. Porém, caso você acredite que alguma delas foi divulgada indevidamente ou creditada a outrém por engano, comunique-nos enviando um e-mail (sac@guaranyind.com.br), e nós a removeremos imediatamente.

All images have been taken from other websites, therefore we give credits for those who created them. However, if you believe we may be either using an image unduly or crediting someone else by mistake, then please let us know (sac@guaranyind.com.br). In this case, we will remove such content immediately.

<< post anterior post seguinte >>

Tutorial

Veja todos os Tutoriais
CONTATO